ENCONTRE AQUI
CULTURA


Voluntários da Pátria
O surgimento da rua e a homenagem prestada.
___________________________________________________________________

O primeiro tratamento paisagístico de Porto Alegre foi mandado fazer pelo Governador Dom Diogo de Souza ao longo dos quatro quilômetros do Caminho Novo, aberto em 1806. Dom Diogo mandou construir um solar para residência dos governadores, usado para este fim até 1824.

A construção deste caminho que em 1870 receberia o nome de Rua Voluntários da Pátria, era o início de um período de expansão de Porto Alegre.

Para a abertura da estrada, o governador mandou usar o trabalho dos presos da cadeia, que executaram um plano de fuga.

Esta estrada saia do Largo do Paraíso (Praça XV) e ia até a Várzea do Gravataí margeando o Delta.

Logo no começo do caminho – num local freqüentado por lavadeiras e aguadeiros (aqueles que vendiam água potável) abriu-se o Porto Pelado e se construiu o estaleiro de Joaquim José de Azevedo nas imediações da atual Praça Rui Barbosa. Mais adiante, junto ao arraial dos Navegantes, as carretas começavam a transitar prenunciando sua transformação num centro Comercial e Industrial.

O nome da Rua Voluntários da Pátria dado ao antigo Caminho Novo foi uma homenagem aos voluntários que lutaram na Guerra do Paraguai deflagrada em 1865 com a invasão de São Borja e Uruguaiana pelas forças de Solano Lopes. Junto com os gaúchos do 39º Batalhão, uma flâmula Imperial os acompanhou, e hoje é guardada como relíquia na Igreja da Matriz juntamente com a bandeira nacional do Império.

                                                                                                                                          Voltar

ANÚNCIO
ANUNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO

 
Cadastre-se conosco
e receba nossas
promoções e novidades!


Nome:
E-mail: 
 
CENTRO SHOPPING
EMPREENDIMENTOS E PARTICIPAÇÕES LTDA
.

R. Voluntários da Pátria, 294
Av. Júlio de Castilhos, 293
Porto Alegre / RS / Brasil.
FONES: (51) 3213.8000